13
fev
08

Composição de Efeitos – Autodesk Inferno, Flint, Flame

Olá para todos!! 

Bem, vou fazer pra vocês uma série de dicas sobre efeitos especiais utilizados em novelas, filmes e comerciais, com a intenção de passar um pouco do conhecimento que adquiri na faculdade, estágios e agora na equipe de computação gráfica da Rede Globo. Como estou trabalhando com um software chamado Autodesk Inferno, começo por ai uma série de cases que irei escrever aqui no Caligraffiti.

Pra quem não conhece, existem softwares exclusivos para serem utilizados em computação gráfica. Alguns deles são: Motion, Shake, Nuke, Combustion, Flame, Flint e Inferno. Todos esses citados, são programas que utilizam um sistema de nodes (nós) em uma composição de imagens ou vídeos. Esses programas são desenvolvidos para trabalhar tanto em resulução SD ou no mais novo formato HD. Agora a televisão brasileira passa por uma reformulação de formato, já que começaram as transmições no Brasil em High Definition, e esses programas são desenvolvidos para trabalhar com imagens pesadas, com uma grande facilidade de edição e alta velocidade de renderização. 

O Inferno, assim como o Flame e o Flint são softwares que hoje rodam em Linux, o que barateou o preço de sua venda. Há alguns anos atrás, esses programas eram só vendidos em plataformas Silicon Graphics, custando por volta de U$ 800.000. Por esse preço, somente grandes canais de TV, assim como conceituadas produtoras de vídeo e cinema poderiam ter esse luxo, e com o lançamento em Linux, é possível ter o software em uma máquina que possui um grande sistema de processamento, como por exemplo uma Boxx.

 

colourwarp_inferno1.jpg
 
Saindo da parte técnica, posso garantir que trabalhar com essas máquinas é simplesmente sensacional!! Nela posso capturar os takes, desenvolver os efeitos e  exportar numa sequência de imagem ou gravar em fita HD. São muito funcionais para o dia-a-dia de empresas que têm grande produção, pois o recorte de chroma, colorimetria e utilização de pluggins são de extrema utilidade para se obter um resultado de grande qualidade, em um curto tempo. O que mais me impressiona nessas máquinas é a capacidade de você poder fazer “tudo” sem abrir um outro software. É como se houvesse um Photoshop embutido em um programa de edição, podendo ser utilizado tanto para efeitos visuais, quanto para motion design. 
 
Existe um site chamado “myfirstflame” que dispõe tutoriais dos programas, releases dos artistas mundialmente conceituados, e um passo a passo para quem está sendo iniciado nesse mundo. É uma boa dica para entender um pouco a interface do programa, além de matar a curiosidade sobre como funciona essa ferramenta . 
 
Para quem está realmente interessado, não deixe de assistir ao tutorial de 3D Compositing . Abaixo, o DemoReel do Mike Seymour, um ótimo artista de efeitos, com composições para diversos filmes, séries e comerciais. Divirtam-se!!
 

9 Responses to “Composição de Efeitos – Autodesk Inferno, Flint, Flame”


  1. 14 fevereiro, 2008 às 12:01 pm

    Um dos posts mais produtivos do blog, tirou as dúvidas que, quando estamos bêbados, não conseguia entender… vou aguardar o próximo post! vou fazer um making of de um trabalho que fiz pra coca também, acho que vai ser bacana!

  2. 18 fevereiro, 2008 às 12:38 am

    Isso ae brother!! Depois vou escrever mais sobre isso, pois é são informações difíceis de encontrar poe aê

  3. 3 marcio
    4 abril, 2008 às 10:49 am

    ola tudo bem ?
    Trabalho com Quantel EQ, estou tentando entrar no smoke , flame, mais está dificil de encontrar gente disposta ajudar.
    Vc pode dar alguma dica como posso entrar para essa elite ?
    Aqui no trampo qdo agente cola um pouco nos caras
    logo dão desculpas para agente sair fora. ( tenho alguns tutorias de flame ).
    grande abraço.

  4. 4 abril, 2008 às 2:34 pm

    A questão é onde trabalhar com esses programas. Eu por uma sorte, fiz um estágio na Globo e consegui aprender e agora trabalho só com composição. Aqui na Globo, a recepção foi muito boa, todos ajudando e ensinando, dando as dicas, mostrando o poder desses softwares. Mas sei que é difícil conseguir uma produtora ou finalizadora que tenham um Flame. Quer uma dica? Estude Fusion! Tem para PC, fácil de conseguir, e com tutoriais por toda a net.

  5. 5 Allan Fontes
    7 maio, 2008 às 5:14 pm

    Fala Uno
    Sou amigo do Alex Arantes
    Estou interessado em material para o eQ
    tipo tutorial, ou manual…
    você conhece algum material desse tipo?

  6. 6 valdo
    19 maio, 2008 às 9:14 pm

    Ola,
    Trabalho com inferno e flame, pra quem quiser mais tutoriais e dicas podem ver no site fxguide.com tem bastante coisa por lá…

    V@leu!!!

  7. 22 maio, 2008 às 10:22 am

    FXGuide realmente é um ótimo site de referência para quem está querendo algo mais sobre o assunto. Além de ser um fórum, o portal reúne artistas consagrados, tutoriais e as novidades da computação gráfica.

  8. 8 ilario
    20 março, 2009 às 7:49 pm

    Bro o rolo que você postou como sendo do Mike Seymour é da MCP e o blog de onde você pegou o mesmo não passa de um blog de algum otário que tem algum tipo de problema com o Mike.

    Vale a pena mencionar que pelo menos 90% do material contido no rolo que você postou foi composto no Shake. Muito pouca, e eu digo muito, muito pouca coisa passa por um Inferno, Flame, Flint, Fire ou Smoke quando se trata de cinema lá fora, ou mesmo aqui.

    Sei disso por que conheço o Mike Seymour é um monte de gente da MCP.

    Voltando ao FFI, a Autodesk adora soltar um PR dizendo que usaram Inferno/Flame no filmee X mas na realidade a coisa é beeem diferente. Apenas uma percentagem muito pequena de algumas produções tem uma coisa ou outra feitas em um FFI.

    Pipelines de Cinema são absurdamente mais complexos e maiores do que os de produção de comercias e pós de TV e essas máquinas simplesmente não se encaixam muito bem nos mesmos por diversos motivos.

    Sistemas FFI (Smoke, Fire, etc) são mais presentes em publicidade e TV onde o trabalho é mais concentrado, com um numero menor de pessoas envolvidas e sempre pra ontem.

    abs!

  9. 9 junior viber
    13 janeiro, 2013 às 7:51 pm

    po… mto legal… ce ja deve ser um profissional de primeira linha… onde consigo a demo do inferno ?

    mto loko… A “DEMO DO INFERNO!” kkkkkkkkkkkkkkk


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


Menu

Posts de outrora

Calendário

fevereiro 2008
D S T Q Q S S
« jan   mar »
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
242526272829  

%d blogueiros gostam disto: